Arquivo

Os Líderes descobrem o porquê de investir em Espanha

Os Líderes descobrem o porquê de investir em Espanha

17.11.2014

Segundo o ICEX Invest in Spain, as reformas económicas, a competitividade, o turismo e a posição como porta da Europa, são alguns dos principais motivos

Em linha com as visitas programadas para conhecer os principais intervenientes nas relações bilaterais entre Espanha e o Brasil, os líderes continuaram os seus trabalhos na sede do ICEX Invest in Spain, onde foram recebidos por José Carlos García de Quevedo, diretor executivo da instituição e por José María Blasco, diretor de Gestão de Projetos.

Durante o encontro, puderam ter conhecimento em primeira mão do que leva as empresas estrangeiras a investirem em Espanha. Em primeiro lugar, o facto de Espanha ser, para as multinacionais estrangeiras, uma porta de acesso à Europa, já que para além da boa comunicação em transportes, não há barreiras nem se têm de pagar taxas aduaneiras. José Carlos García de Quevedo deu o exemplo da linha de alta velocidade que se vai construir entre Medina e Meca, “um contrato ganho por um consórcio espanhol que conta com uma empresa canadiana, a Bombardier, entre os seus membros. Como? Porque está presente no nosso país. Um contrato ao qual não teria acesso se não fosse assim. E pensamos que isso pode ser uma grande oportunidade para o Brasil”.

“Há muitos investimentos espanhóis no Brasil e nós trabalhamos para que haja muitos investimentos brasileiros em Espanha”, destacou José María Blasco. Sublinhou o facto de que Espanha é o segundo país que recebe mais turistas do mundo, com 60 milhões por ano, o que o torna numa grande montra para qualquer tipo de investimento. Além disso, “estamos a falar de um país competitivo, graças às reformas económicas abordadas, que tornaram a economia mais produtiva, devido, em grande medida, à redução do custo do trabalho para as empresas”. Uma economia que também se caracteriza pela sua internacionalização e que conta com o compromisso da União Europeia, “o que se demonstrou que transmite uma grande confiança aos investidores”. Sem esquecer o fator preço, no qual, graças a uma mão-de-obra qualificada, Espanha é muito competitiva sem chegar a ser low cost.

A atividade do ICEX Invest in Spain pode enquadrar-se à volta de quatro áreas fundamentais: na captação de novos projetos de investimento estrangeiro direto; no posicionamento de Espanha como centro de negócios, de investimento internacional e como plataforma global para aceder aos mercados de países terceiros; na melhoria do ambiente empresarial; e na facilidade de colaboração entre os investidores estrangeiros e as empresas espanholas. José María Blasco respondeu ao interesse dos jornalistas sobre a tipologia dos projetos: “Mudaram muito em muito pouco tempo. Há dois anos, 85% dos projetos eram investimentos tipo Green Field, empresas estrangeiras que investiam diretamente em atividades económicas novas, enquanto que 15% eram fusões e aquisições. Hoje, a balança mudou para 60% e 40% respetivamente”.

E qual é o papel do Brasil neste contexto? Segundo os representantes do ICEX Invest in Spain enquanto que Espanha é o segundo investidor no Brasil, o investimento brasileiro no nosso país está na décima primeira posição. “Corrigir esta situação para aumentar a confiança dos investidores brasileiros é primordial. Espanha é o décimo primeiro país do mundo em investimentos estrangeiros recebidos, tendo esses investimentos aumentado em quase 40% no biénio 2012-2014. Uma oportunidade que o Brasil não pode deixar escapar”, acrescentou José María Blasco.

O trabalho do ICEX Invest in Spain passa por desenvolver mecanismos para promover o investimento brasileiro em Espanha, como, por exemplo, o plano de atração do investimento latino no qual se está atualmente a trabalhar. Também oferece apoio às empresas que procuram desenvolver oportunidades de negócio no nosso país.

Com este encontro, os líderes concluíram a primeira jornada do programa, que incluiu os encontros com o secretário de Estado da Cooperación Internacional e para a Ibero-América, o presidente da FCEB e o embaixador do Brasil em Espanha.

Más imágenes en la Galería.

Contato

C/ Serrano Galvache, 26.
Torre Norte, planta 9ª.
Ministerio de Asuntos Exteriores, Unión Europea y Cooperación
28033 Madrid (ESPAÑA)
contacto@espanha-brasil.org

Comunicación: www.nolsom.com

 

 

Newsletter

Se quiser receber a nossa newsletter mensal insira o seu endereço de email

Preencha o formulário

Informação

Patronos

Abertis
Acciona
Casa América
Iberdrola
Iberia
ICEX
IE
Inditex
Indra
Instituto Cervantes
Mapfre
Ministerio de Asuntos Exteriores y de Cooperación
Naturgy
Repsol
Grupo Santander
SEPIE
Telefónica
©2018 Fundação Conselho Espanha Brasil